Grupo Iochpe e o incentivo à industrialização do País nos anos 1960 e 1970

Atuando desde sua criação em 1918 no setor madeireiro, o Grupo Iochpe intensificou a diversificação de seus negócios nos anos 1960, passando a atuar também no segmento financeiro a partir da aquisição de cartas patentes concedidas pelo recém-criado Banco Central.

Por meio de uma de suas instituições financeiras, a Iochpe S.A. – Crédito, Financiamento e Investimentos, no Rio Grande do Sul, a companhia foi responsável por viabilizar os primeiros grandes investimentos em maquinários industriais pelo programa Finame, o Fundo de Financiamento para Aquisição de Máquinas e Equipamentos, criado pelo governo federal em dezembro de 1964 para estimular a industrialização no País.

A Iochpe S.A. – Crédito, Financiamento e Investimentos foi responsável por diversos financiamentos para os setores de bens de capital e bens de consumo duráveis, ajudando a instalar e fortalecer a vocação industrial no Estado gaúcho. Em alguns anos do chamado período do “milagre econômico brasileiro”, a taxa de crescimento do Rio Grande do Sul chegou a ser superior à do resto do País.

A Iochpe S.A. – Crédito, Financiamento e Investimentos tinha tanta popularidade que anunciou, em horário nobre, nas principais rádios gaúchas. Abaixo a transcrição de propaganda veiculada na Rádio Guaíba de Porto Alegre em 10 de julho de 1969:

“Consulte Finame na Iochpe, o mais baixo custo para seu financiamento. Iochpe financia a compra de equipamentos industriais. Venha conhecer os planos de financiamento da Iochpe S.A. – Crédito, Financiamento e Investimentos.”